::.. CARNAVAL 1998 - S. ROSAS DE OURO................................
FICHA TÉCNICA
Data:  21/02/1998
Ordem de entrada:  6
Enredo:  Samba da Garoa
Carnavalesco:  Neto e Mona
Grupo:  Especial
Classificação:  6º
Pontuação Total:  288,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  não consta
Nº de Alas :  20
Presidente:  Eduardo Basílio
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  Carlão Maneiro, Dom Marcos e Polenghe
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO
VERSÃO ESTÚDIO

ROSAS DE OURO

COMPOSITORES: NEI MELODIA/ ADEMIR/ NEY DO CAVACO/ XAVIER/ CARLÃO MANEIRO

 

CHORAM CAVAQUINHO E VIOLÃO

UM CANTO POPULAR

DEMÔNIOS DA GAROA CONQUISTANDO GERAÇÕES

NÓIS VAI, NÓIS VEM, NÓIS FICA

O MESTRE DEU A DICA

DÁ LICENÇA DE CONTAR

DIN DIN DONDE NÓIS PASSEMOS

SÓ LEVAMOS ALEGRIA

O PROGRESSIO NÃO RASGOU

A NOSSA FANTASIA

 

CASCUNDUNS, CANS, CANS, CANS, LAIULÁS, Ô Ô Ô

O TREM DAS ONZE AINDA APITA NA ESTAÇÃO

SAUDADE DA MALOCA, MALOCA DO MEU CORAÇÃO

 

SONHOS ETERNAS MELODIAS

EMBALAM A FREGUESIA

NESTA HOMENAGEM A VOCÊS

ROSAS DE OURO DÁ O TOM À POESIA

NAS ONDAS DO SUCESSO... OLHA AÍ!

ÓI NÓIS AQUI TRAVEIS

 

ME LEVA, ROSEIRA ME LEVA

O SAMBA DA GAROA É MAIS QUE SEDUÇÃO

LÁ NO CÉU ADONIRAN

ILUMINA MINHA INSPIRAÇÃO.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autores: Neto e Mona

 

INTRODUÇÃO

O enredo Samba da Garoa, vem nos apresentar o Samba Paulista, a partir da trajetória do Grupo Vocal mais autêntico e respeitado do país, os Demônios da Garoa.

Com muito humor e originalidade, com sua ginga e seu estilo gaiato, eles desenvolveram uma maneira de interpretar, que lhes deu popularidade, glória e longevidade.

Cantando São Paulo, as músicas que interpretaram, fazem parte da identidade de cada um de nós, das crianças aos mais velhos, tornaram-se sucesso inesquecíveis e é a esta história que a Rosas de Ouro vem prestar reconhecimento e fazer a sua homenagem.

ENREDO

Quando São Paulo, era chamada de Terra da Garoa e Túmulo do Samba, nós tínhamos nossos "Sambistas da Garoa", entre eles, os endiabrados garotos que na passagem das décadas de 40/50, como os Demônios da Garoa, lançavam o seu 1º disco, viviam a Era do Rádio, e faziam o primeiro de uma série de sucessos, com a interpretação da música "Mulher Rendeira".

Em 1951 conheceram Adoniram Barbosa, o poeta dos pobres. Um jeito de compor se somou a uma maneira de cantar e deu-se início a uma grandiosa parceria que impulsionou canções inesquecíveis. Foram campeões com as músicas do Carnaval de 51 e 52 e em 54 os sambas "Saudosa Maloca" e "Samba do Arnesto", do mesmo disco, ocuparam durante um ano e meio os primeiros lugares do sucesso. Em seguida vieram os memoráveis samba "Iracema" e "As Mariposas", trazendo atrás, junto do imortal "O Trem das Onze" (1965) uma legião de sucessos, caracterizados por sua linguagem coloquial, seus "erros" de português, jogos de palavras e sempre as suas famosas introduções.

Durante a sua carreira, o Grupo viajou o mundo, foi congratulado diversas vezes, marcando as suas glórias com inúmeros prêmios, medalhas e placas. Enfim de garotos endiabrados ao Demônios da Garoa, o conjunto vocal e instrumental mais antigo da América Latina, irá no Carnaval de 1998, comemorar conosco, com gala, requinte, juventude e energia, 55 anos de um sonho de felicidade, que durou e nos ensina a viver e cantar... A nossa música.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE S. ROSAS DE OURO
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados