::.. CARNAVAL 1998 - G.R.E.C. OS BAMBAS................................
FICHA TÉCNICA
Data:  22/02/1998
Ordem de entrada:  6
Enredo:  Direito do Povo, Dever da Nação - Paulo Freire, Um Vôo Para a Liberdade
Carnavalesco:  não consta
Grupo:  3 - Sul
Classificação:  1º
Pontuação Total:  96,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  não consta
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  não consta
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO

UNIDOS DE VILA MARIA
COMPOSITORES: CELSINHO/ BILLY/ NÉRI

 

VEM AMOR, FIQUE A VONTADE

O SONHO NÃO ACABOU EÔ, EÔ

NA ARTE DE EDUCAR... EDUCAR

NOSSA REALIDADE, OS BAMBAS VEM MOSTRAR

EXALTANDO PAULO FREIRE

SINÔNIMO DE EDUCAÇÃO

COM VÔO QUEREMOS LIBERDADE

FAZER A FACULDADE É A NOSSA INTENÇÃO

 

A, B, C, D, E, F, G, H

PELO PAÍS QUERO LUTAR

 

O POVO ESCLARECIDO QUER EMPREGO

O POLÍTICO TEM MEDO

DE TANTAS REIVINDICAÇÕES

ALFABETIZA MEU PAÍS, PROFESSOR

ACABE COM O SOFRIMENTO DA NAÇÃO

 

PAULO FREIRE COM A SUA CULTURA

NÃO SE UNIU COM A DITADURA

DE SEU PAÍS SE EXILOU

EM OUTRAS TERRAS ENCONTROU O CAMPO ABERTO

CRIANÇAS E ADULTOS ENSINOU

 

QUE PODEM

VOCÊS SABEM QUE PODEM EXIGIR

O QUE PARA A NÃO É O IDEAL

É DE QUERER A IGUALDADE SOCIAL.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autores: Vicente Candido e Everson S. Oliveira (Sonn)

 

"... Educação é política, não é neutra. É bom lembrar que numa cultura como a nossa, violenta e agressiva, é muito difícil mudar a prática escolar".

"... Neste imenso quadro negro que é o quadro do País"

É baseada nesta afirmação, que a nossa escola vem exigir educação. E nada mais justo quando se fala em educação, saudar o grande eterno mestre Paulo Freire.

"... Falar de Paulo Freire é evocar mananciais de lucidez. É descobrir  torvelinhos de protesto justo e valoroso em favor da esquecida dignidade de toda pessoa. É referir-se a uma tenaz e serena vigília pela liberdade dos oprimidos, pela educação e pelo domínio de si mesmo. É reafirmar a convicção profunda de que todos devemos colaborar com a grande aventura do acesso ao conhecimento, do despertar do imenso e emblemático potencial criativo que habita cada ser humano. Falar de Paulo Freire é levantar-se contra a miopia do reducionismo econômico e abrir de par em par as janelas da criatividade e do esforço. É, também, alçar o vôo da imaginação e do sonho, frente ao mesquinho procedimento daqueles que ficam contabilizando seus compatriotas em enquetes e eleições, sem procurar torná-los cidadãos plenos na vida pública.

Paulo Freire é, com sua longa e brilhante trajetória na arte de educar, uma figura lendária. Não há outra pedagogia que a pedagogia do amor. E da inquietude: a pedagogia que situa a todos – homens e mulheres – na cornija do exercício de sua responsabilidade, de sua decisão sem ingerências externas, no fio exato das luzes e das sombras, entre o nevoeiro e o resplendor, aí aonde a liberdade é essência, cume e razão de cada vida.

Podemos oferecer-vos, filhos, interrogações múltiplas e mínimas certezas. Podemos oferecer-vos o ímpeto de nosso esforço permanente para diminuir vossa perplexidade e dar-vos confiança. “Podem porque crêem que podem”, proclamou Virgílio. Somente a educação e o conhecimento de cada um permitem esperar. Esperar em si mesmo e nos demais; esperança ainda mais necessária quando a tormenta se aproxima e o vento se intensifica. “A ave canta enquanto o galho da árvore crepita, porque conhece a força de suas asas”. Alvaro Cunqueiro expressou desse modo magistral a força íntima que proporciona o saber. Dar a cada pessoa o domínio de si mesma, a capacidade de traçar no espaço infinito do espírito, o próprio desenho de sua forma de ser e projetar."

Frederico Mayor

A obra de Paulo Freire está orientada para a emancipação da pessoa humana, para a liberdade dos povos e a justiça social entre os homens, para a democracia autêntica como soberania popular e para a paz entre os cidadãos, num clima de humanização e de conscientização tencionava alfabetizar, politizando, 5 milhões de adultos. Estes poderiam, pela lei vigente da época, fazer parte, em futuro próximo, do ainda restrito colégio eleitoral brasileiro do início dos anos 60. Tinham votado na recente eleição presidencial, na qual saíram vencedores o Sr. Jânio da Silva Quadros e João Belchior Goulart, apenas pouco mais de 11 milhões e seiscentos mil eleitores.

No seu processo de alfabetização, estes novos eleitores, provenientes das camadas populares, seriam desafiados a perceber as injustiças que os oprimiam e a necessidade de lutar por mudanças. As classes dominantes identificaram a ameaça e, obviamente, colocaram-se contra o Programa, que, oficializado em 21 de janeiro de 1964, pelo Decreto nº. 53.465, foi extinto pelo governo militar em 14 de abril do mesmo ano, através do Decreto nº. 53.886.

"... Sua obra teórica, reflexão sobre sua prática, tem servido para fundamento teórico de trabalhos acadêmicos e inspirado práticas em diversas partes do mundo, desde os mocambos do Recife às comunidades barakumins do Japão, passando pelas mais consagradas instituições educacionais do Brasil e do exterior.

Tal influência abrange as mais diversas áreas do saber: pedagogia, filosofia, teologia, antropologia, serviço social, ecologia, medicina, psicoterapia, psicologia, museologia, história, jornalismo, artes plásticas, teatro, música, educação física, sociologia, pesquisa participante, metodologia do ensino de ciências e letras, ciência política, currículo escolar e política de educação dos meninos e meninas de rua."

"... Da vida de Paulo Freire

Na alfabetização"

"... Se você não sabe ler

Não vai saber plantar

Porque não vai saber

Que plantando tudo dá

Milho, arroz e macaxeira

Feijão e carne jabá"

Gostaríamos de esclarecer que a redação não é obra nossa, (como diz o ditado: Nada se cria). Assim sendo como texto utilizado possuí um alto nível, não nos atrevemos a alterá-lo. Servimos apenas de um compilador dos vários textos e das pesquisas realizadas. Porém cabe ressaltar que a Educação é Cidadania e como tal deve ser praticada. O ser humano sem esta prática é um ser vegetativo, sem direitos, e cerceado do vôo para liberdade.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.E.C. OS BAMBAS
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados