::.. CARNAVAL 1998 - G.R.E.S.U. IMPERIAL................................
FICHA TÉCNICA
Data:  23/02/1998
Ordem de entrada:  1
Enredo:  O Pincel do Criador... A Ilusão das Cores
Carnavalesco:  Tato e Maria Cristina
Grupo:  1A
Classificação:  8º
Pontuação Total:  185,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  Valdevino Batista da Silva
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  Mestre Alani e Mestre Júnior
Intérprete:  Lelo, Dartagnan e Sorriso
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO
VERSÃO ESTÚDIO

IMPERIAL
COMPOSITORES: EDUARDO SIMPATIA/ KINHO/ DONE

 

NA MAGIA DAS CORES EU VOU, EU VOU

COLORINDO A CIDADE EU VOU, EU VOU, EU VOU

COM O PINCEL DO DIVINO CRIADOR

 

HOJE NA PASSARELA

TÃO BELA, VEM A MINHA IMPERIAL

SE MANIFESTA A NATUREZA

NESSA MAIS PURA BELEZA

ENCANTANDO O NOSSO CARNAVAL

SURGE ENTÃO, O ARCO-ÍRIS LÁ NO CÉU

E VEM TRAZENDO A DEUSA ÍRIS

QUE VEM SAMBANDO AO SOM DA BATERIA

 

O PORTINARI RETRATOU

E O POVO INTEIRO APLAUDIU

ESSE MOMENTO QUE ENTROU

PARA HISTÓRIA DO BRASIL

 

E USANDO AS CORES COM ALEGRIA

FAZENDO ARTE E POESIA

CARMEM MIRANDA ENCANTOU

O CENÁRIO MUNDIAL

O CÉU AZUL ENVIOU

A POMBA BRANCA DA PAZ

A ESCURIDÃO SE AFASTOU

A ALEGRIA GERAL

 

EU CANTO, EU DANÇO

EU BALANÇO, EU FAÇO SACUDIR

VOU DESENHAR, EU VOU PINTAR O SETE

AQUI NO ANHEMBI.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor:

 

Isaac Newton (1643-1727), grande físico inglês, observou que um raio de luz branca (o tipo de luz irradiado pelo sol) era composto de uma mistura de luz de todas as cores. Ele provou essa afirmação através da famosa experiência em que usou um prisma de vidro, para dividir um feixe de luz solar e um segundo prisma para recompor a banda colorida dispersa )o espectro) novamente em luz branca. Com isso descobriu que cada uma das diferentes cores é refratada em uma graduação de frente, o azul e o violeta de modo mais forte e o vermelho menos forte, é por isso que um prisma decompõe a luz branca em um espectro e gotas de chuva, pela mesma razão, formam um arco-íris. A cor branca portanto é a superposição de todas as cores.

Quando os raios da luz do sol dão na chuva, curvando-se ao penetrar em cada gotinha d'água, estes raios são refletidos pela superfície de cada pequena gota d'água. Com isso a luz é separada nas sete cores que vemos no arco-íris: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul índigo ou anil e violeta, e muitas outras cores que não podemos ver. Concluindo, o arco-íris é simplesmente uma curva espectral causada pela divisão e dispersão dos raios de luz, na qual as gotas d'água se comportam como um prima. Com isso milhões de gotinhas transpassadas pelos raios solares, formam o arco-íris.

A Imperial surge com ímpeto na passarela, repintando a vida, colorida pelo grande mestre criador do universo, que pincelou no céu o arco-íris com suas cores magníficas. Diz a lenda que no fim do arco-íris existe um grande pote cheio de moedas de ouro, vigiado por duendes, entidades fantásticas ou espírito sobrenatural que se acreditava aparecer e fazer travessuras de noite pelas casas. A Deusa Íris descia pela passarela do arco-íris para reinar na Terra quando trazia suas mensagens.

O arco-íris com suas cores magníficas embelezam a natureza, deixando as crianças maravilhadas com suas cores. Cores estas que conduzem as crianças para um mundo de ilusões, onde tudo que é colorido e as deixam radiante de alegria. Estas cores aparecem nos cata-ventos, nas pipas, nos balões das festas juninas, nas bexigas expostas pela casa nas festas de aniversário, nos doces, pirulitos e sorvetes.

Na grande tela do mundo, o Divino mestre pintou a natureza. Muito verde, que resplandece com a imensidão de nossas florestas tropicais, muitas flores que com suas cores variadas embelezam a natureza, na presença mágica e sonora dos pássaros, com suas plumagens multicoloridas e no vôo gracioso das borboletas que embelezam nossas florestas e o jardim de nossas casas na busca do néctar das flores.

O dom de colorir e pintar, o criador deixou aos artistas do pincel, como Leonardo da Vinci, Portinari e muitos outros, onde semi-deuses com suas pinturas coloridas repintavam a vida recriando a realidade, tornando-se pessoas inesquecíveis na história da humanidade.

Na passarela, o verde-amarelo representa o Brasil, esse Brasil Tropical, paraíso do samba, carnaval e futebol, com suas praias tropicais e lindas mulatas queimadas pelo sol.

E é nossa inesquecível Carmem Miranda "A Pequena Notável", que exportou com orgulho para a Terra do Tio Sam a imagem de alegria dos brasileiros, com seus gestos, seu jeito, suas roupas e seus adereços multicoloridos e deixando maravilhado com suas canções e sua imagem extraordinária de grande riqueza artística.

O azul, cor dos nossos mares, nosso céu, da alegria, da felicidade, da sorte e dinheiro no bolso, pois quando está bem dizemos uns aos outros: Tudo Azul.

Mas quando a luz desaparece, somem as cores, tudo é escuridão, e com a ausência da luz, surge a cor "preta" e com ela vem o medo do desconhecido fazendo surgir as superstições e um mundo estranho surge das trevas: demônios, fantasmas, bruxas e para se proteger do desconhecido as pessoas passam a usar amuletos dos mais variados, como trevo de quatro folhas, ferraduras de sete furos, pé-de-coelho e galho de arruda, e muitos outros. Mas surge novamente a luz e com a união de todas as cores surge novamente a cor branca, símbolo da paz. Paz que todos os homens procuram, sonhando com um amanhã melhor, um amanhã sem guerras, onde alçava vôo uma pomba branca, branca como a neve. A pomba da paz e liberdade.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.E.S.U. IMPERIAL
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados