::.. CARNAVAL 1998 - G.R.C.E.S. PROVA DE FOGO................................
FICHA TÉCNICA
Data:  23/02/1998
Ordem de entrada:  9
Enredo:  Doce Magia Cigana
Carnavalesco:  Gelson
Grupo:  1A
Classificação:  1º
Pontuação Total:  200,5
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  Celso de Lima
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  Mestre Valtinho
Intérprete:  Pombinha
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO
VERSÃO ESTÚDIO

PROVA DE FOGO
COMPOSITORES: NEGRO GUINA/ ANDOZINHO/ JOHNNY/ BARBA/ FUMAÇA

 

NÃO É POR ACASO

NEM É FANTASIA

SE HOJE ESTOU AQUI

AQUI ESTOU PORQUE ESTAVA ESCRITO

SAI DA ÍNDIA E NAVEGUEI

CRUZEI O MAR

NO EGITO PELO MUNDO EMBALEI

NO BRASIL DESEMBARQUEI

E VIAJANDO AJUDEI A COLONIZAR

 

SOU CIGANO PEREGRINO

A MAIS PURA LIBERDADE

DO TAROT SEI O SEGREDO

DO CAMINHO DA VERDADE

 

ABENÇOADO PELAS "FADAS DO DESTINO"

ATRAVÉS DOS TEMPOS

MINHA CULTURA DESPERTA O FASCÍNIO

EM NOITE DE LUA CHEIA

A SALAMANDRA É O SINAL

OS MISTÉRIOS DO FUTURO

SE QUISER EU POSSO LER

NAS LINHAS DA SUA MÃO

OU NA BOLA DE CRISTAL

 

VAI PASSAR

NESSA PASSARELA A CARAVANA

E A PROVA DE FOGO VAI MOSTRAR

A DOCE MAGIA CIGANA.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autores: Herny Domingues e Wagner Colzatto

 

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Prova de Fogo vai mostrar na avenida a história dos ciganos, povo que ajudou a colonizar o nosso país. Eles contribuíram e contribuem para a formação da nossa cultura, trazendo para o povo brasileiro bens preciosos, como o amor, a liberdade, a música, a dança, o contato com a natureza, o esoterismo, a crença na cura através das ervas e, principalmente, o respeito ao idoso e à tradição familiar.

Os ciganos são nômades por excelência; isto é, viajam sempre, principalmente se o motivo for casamento, batizado, funeral e festas tradicionais. A chegada de uma tribo cigana em qualquer região do país, mais ainda nas grandes capitais, causa um desconforto e tumulto geral na vizinhança onde acampa. Na antiguidade, a chegada dos carroções coloridos era motivo de terror para uns e alegria para outros. A população tinha um certo medo dos ciganos, principalmente por causa de suas magias.

Cercado pelos mistérios dos símbolos esotéricos egípcio e indiano, os rituais são fundamentais na vida cigana. A leitura nas palmas das mãos (buena dicha), a leitura do tarô e do baralho cigano e a leitura na bola de cristal são utilizadas pelos ciganos para desvendar o futuro. Além disso, a leitura dos sinais de fogo, produzido por fogueiras no centro do acampamento nas noites de Lua Cheia, permite o desvendar dos sinais dados pelas salamandras (elemental do fogo). Esse rituais são secretos e proibidos para os gadjes (os não ciganos).

Os ciganos não utilizam o calendário tradicional. O tempo cíclico é marcado por quatro importantes instrumentos musicais: o acordeom, o violino, a guitarra e a pandeireta. Além disso, os ciganos desenvolveram uma caligrafia própria, utilizando o dialeto Romani, língua extraída do sânscrito indiano. Outras características ciganas são a música e a dança, que marcam a expressividade cultural, adquiridas ao longo de séculos de tradição.

Os alegres e misteriosos ciganos vieram do Oriente (Índia), passaram pela Europa, de onde foram deportados de Portugal e Espanha. Chegando ao Brasil por volta de 1574. A primeira dinastia que chegou ao nosso país foi os Calons, depois vieram os Rons Calons e os Rons Kalderash, em 1822. Os Calons comercializaram o sunakai (ouro, na maioria das vezes, falso), trabalharam como feitores de escravos nos engenhos de cana-de-açúcar e ajudaram muito os Bandeirantes em suas expedições, contribuindo na conquista de dois terços da América.

Os ciganos atuaram nas mais diversas profissões, entre as quais: caldeireiros, comerciantes, vendedores ambulantes, mercadores de cavalos e artistas circenses. Atualmente, no Brasil, os ciganos dividem-se em duas principais classes sociais: a rica e a pobre. Morando em tendas ou mansões, a cultura cigana tem influenciado a brasileira. Amantes da liberdade, do amor e da alegria, os ciganos lutam pela preservação da sua tradição e cultura milenar.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.E.S. PROVA DE FOGO
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados