::.. CARNAVAL 1995 - G.R.C.C.C. CAMISA 12................................
FICHA TÉCNICA
Data:  24/02/1995
Ordem de entrada:  9
Enredo:  Beijo de Espuma
Carnavalesco:  não consta
Grupo:  BLOCOS - Especial
Classificação:  3º
Pontuação Total:  170,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  não consta
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  não consta
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO
VERSÃO ESTÚDIO

CARNAVAL 1995 TEMA
COMPOSITORES: ADELAIDE/ PEDRINHO/ CHUVEIRO

 

Vem vai ser agora

Vem brindar a taça da ilusão

Bebo pra afogar as minhas mágoas

Amenizar a dor dessa paixão

Teu amor me leva pra alegria

À fantasia, à emoção

 

Loura, Suada, Gostosa

Que mata minha tentação

 

Sossega meu amor sossega

Me entrega o seu coração

Vou mergulhar nessa folia

CAMISA 12 é empolgação

 

No frio ou calor

A todo vapor

Moreninha tu és meu amor

 

Quero sonhar a Beira-mar

Ao te tomar “todinha”

Pecado Gelado

Meu sonho dourado

Beijo de espuma meu sabor...

“Loirinha”.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor: Raul Diniz

 

Em qualquer parte do mundo, não importa o idioma, essa bebida fermentada, feita com água pura e cereais (cevada, malte e lúpulo), chegou aos nossos dias com o mesmo fascínio que causava a egípcios e caldeus, gregos e romanos. Mantendo sempre sua característica de bebida essencialmente popular, a cerveja conseguiu ao longo do tempo, amealhar entusiastas também em meios sociais mais destacados.

Quem pensa que a champanha é a única bebida associada à paixão e ao romance, é provável que nunca tenha tomado uma geladíssima cerveja num bar à beira-mar, olhando o pôr-do-sol, com sua amada. O fato de que a cerveja pode gerar sentimentos calorosos e alegres não é uma descoberta recente. O gosto dos homens por esta bebida é anterior aos registros, e a cerveja é sem dúvida um dos mais antigos objetos de desejo da história.

Os brasileiros não resistem às delícias de um pecado gelado, desde que a loura esteja suadinha, ou seja, a cerveja bem geladinha. Nos botecos enche-se de tipos e conversas, as mais disparatadas, entre um traçado e outro, a loirinha estupidamente gelada ou um quebra-gelo antes de um chopinho gelado acompanhado com batatinhas fritas. Grandes negócios, que quase nunca dão certo, e grandes romances que ocasionalmente dão, começam diante de dois copos de cerveja e um petisco. Dizem que os paulistas tomam um porre para comemorar o que ganham e outro para esquecer o que perdem.

Para manter as deliciosas propriedades da cerveja, deve-se inclinar o copo e colocar a cerveja até cerca de um terço; em seguida colocar o copo reto e despejar o resto da bebida no centro. Quando se termina de beber, deve haver um anel de espuma no copo para cada gole tomado.

O manuseio e a exposição à luz ou calor, também afetam a qualidade da cerveja. Da mesma forma que o vinho, a cerveja deve ficar num local fresco e escuro. Mas, o mais importante que tudo isso, é a companhia com que você bebe a sua cerveja. "É um crime tomar cerveja em má companhia, estraga a cerveja". Pode-se até tomar sozinho, mal acompanhado jamais, nunca.

Sábias palavras. Um provérbio alemão diz que não há cerveja ruim, mas algumas são melhores do que as outras. Da mesma forma, algumas companhia são muito melhores do que as outras. Escolha a sua com cuidado, ponha a lourinha para gelar, e o resto virá naturalmente.

Saúde!

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.C.C. CAMISA 12
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados